QUEM LÊ FICA SABENDO.

December 22, 2016

Odebrecht tentou subornar premiê de Antígua


Um ex-executivo da Odebrecht relatou em delação premiada uma operação de contrainteligência em Antígua, com pagamento de propina para o primeiro-ministro da Ilha. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a intenção seria evitar o envio de documentos do banco usado pelo Setor de Operações Estruturadas (o departamento da propina da empreiteira) para o Brasil. Um relatório do Departamento de Justiça americano confirmaria a ação. 
 
Ainda de acordo com a publicação, o executivo Luiz Eduardo Soares contou aos investigadores que o acordo foi feito na segunda metade de 2015 para enviar a propina ao premiê da ilha, cujo cargo é ocupado por Gaston Browne desde 2014. 
 
Em 2015, Soares se reuniu em Miami com um lobista de Antígua, iniciando uma negociação para que o primeiro-ministro não contribuísse com a operação Lava Jato. O lobista teria pedido US$ 4 milhões. (Bocão News)
Compartilhar:
← Newer Post Older Post → Home

PUBLICIDADE

Publicidade

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE



PUBLICIDADE


Seguidores

Matéria do dia.

TCU paralisa reforma agrária no País após identificar 578 mil beneficiários irregulares

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou a paralisação imediata do programa de reforma agrária do Incra em todo o País. A medida caut...

Contato Rápido

Contato Rápido

Mais Postagem

Total de visualizações