QUEM LÊ FICA SABENDO.

March 25, 2017

Por Redação Bocão News | Fotos: Agência Senado Em relatório sigiloso obtido por ÉPOCA, a Polícia Federal levanta suspeitas de que o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), confeccionou o relatório da Medida Provisória (688/2015) para atender a interesses defendidos por Milton Lyra, um lobista ligado ao ex-presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) e investigado pela Operação Lava Jato, acusado de intermediar o pagamento de propina a senadores do PMDB. Chamado de Miltinho nos círculos de Brasília, Lyra é um personagem central das investigações da Lava Jato por ser um dos principais operadores do PMDB do Senado. No caso em questão, ele aparece em uma frente considerada promissora, o comércio de Medidas Provisórias. Na prática, parlamentares redigiam essas medidas para atender a interesses de empresas em troca de dinheiro. É por esse caminho, com a delação dos 78 executivos da Odebrecht e subsídios de outras áreas, que a Lava Jato vai avançar sobre os senadores do PMDB. Em uma de suas operações, a Polícia Federal encontrou em cima de uma escrivaninha da residência de Milton Lyra documentos relacionados à MP 688, relatada por Eunício. “As principais alterações propostas à Medida Provisória e encampadas pelo senador Eunício Oliveira condizem com o objeto da petição apreendida na casa do investigado Milton Lyra”, diz o relatório. Com base na Medida, uma empresa que a PF suspeita ser representada por Lyra aproveitou para tentar um acréscimo milionário em sua receita. Os investigadores encontraram também na mesa de Lyra cópia de uma petição da Interligação Elétrica do Madeira, subsidiária da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista, solicitando à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a revisão de um contrato de transmissão de energia e o aumento de R$ 34 milhões da receita anual permitida. O fundamento usado na petição é a legislação decorrente da Medida Provisória relatada por Eunício. O pedido foi rejeitado pela Aneel em 26 de abril do ano passado e em um despacho neste mês. Apesar de ainda não ter elementos conclusivos, a PF aponta a possibilidade de que Lyra atuava como lobista da empresa por seu histórico de influência nos bastidores do poder de Brasília. Há um ano, Milton apareceu na Lava Jato no papel de facilitador de Eunício. Segundo a delação premiada do ex-diretor da Hypermarcas Nelson Mello, Lyra intermediou o pagamento de R$ 5 milhões para a campanha de Eunício ao governo do Ceará, em 2014. Mello disse em depoimento que “ajudou mediante contratos fictícios”. Na terça-feira, dia 21, as empresas usadas nesses contratos foram alvo da Operação Satélites, deflagrada pela Polícia Federal em conjunto com a Procuradoria-Geral da República para investigar as suspeitas de corrupção envolvendo o presidente do Senado e seus colegas senadores do PMDB, Renan Calheiros e Valdir Raupp, além do senador petista Humberto Costa. A operação se baseou nas delações de Nelson Mello e dos executivos da Odebrecht.

Por Redação Bocão News
O estudante Tailan de Melo e a professora Karine Najla Souza de Jesus, da Rede Estadual de Educação, foram premiados na última sexta-feira (24), na 15ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), realizada na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP). O projeto apresentado por Tailan, entitulado ‘Biomassa de banana verde como fonte alternativa de alimentação’, desenvolvido no curso técnico de Agropecuária do Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Grande, em Barreiras (710 km de Salvador), no Oeste baiano, conquistou os prêmios de destaque na Mostra de Ciências e Tecnologia Escola Açaí/MCTEA e o terceiro lugar em Ciência Agropecuária.

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Walter Pinheiro, esteve na FEBRACE para acompanhar o desempenho dos estudantes. Ele disse que “a premiação reflete a importância de se fortalecer o eixo pedagógico nas escolas, por meio de projetos voltados seja para a Ciência, a Arte, a Cultura, a Inovação e o Empreendedorismo", afirmou, ao acrescentar que a Secretaria está incentivanto a vocação dos estudantes para o mundo da ciência, desenvolvendo programas e projetos que promovem cada vez mais o protagonismo estudantil e dinamizam o ambiente escolar. “São projetos cujos resultados incidem exatamente na melhoria de vida da comunidade e comprovam o potencial que a escola tem de inovar e incentivar a produção de conhecimento”, destacou.
Com a premiação, o estudante e seu professor co-orientador Rodrigo Arlindo, se credenciam a apresentar a experiência, desenvolvida em sala de aula, no âmbito do projeto Ciência da Escola da Secretaria da Educação do Estado, em evento que será realizado, em novembro, no Estado do Pará. “Eu estou muito feliz pelo reconhecimento. Ter participado da FEBRACE foi uma grande oportunidade, que agregou novos conhecimentos na minha vida”, comemora Tailan de Melo.
O projeto de iniciação científica sobre a biomassa da banana verde aponta as propriedades desta fonte energética e nutricional valiosíssima e que muito contribui para gerar emprego e renda para pequenos produtores. Durante a pesquisa, foi constatado que parte da banana em estado verde é inutilizada e desprezada a céu aberto nos períodos de colheita e da maturação do fruto e, até mesmo, na seleção para a comercialização e o transporte entre lavouras. A biomassa verde impedirá este desperdício, fazendo com que o projeto tenha grande alcance social.
A professora Karine Najla Souza de Jesus, do Colégio Estadual Geovania Nogueira Nunes, no município de Itatim (235 km de Salvador), também voltará radiante para sua cidade, trazendo na bagagem o prêmio de Professor Destaque. Ela orientou as estudantes Cristiana Aparecida Couto e Noemy de Souza Queiroz, 16 anos, no projeto “Toxicidade de plantas medicinais em larvas do mosquito Aedes Aegypti”.
Com a experiência científica, as estudantes descobriram que ervas medicinais muito populares no país, como a erva-cidreira e o eucalipto, são capazes de exterminar as larvas dos mosquitos. A professora Karine comemora. “Esta foi uma descoberta muito importante para as estudantes e uma esperança para o extermínio desse mosquito que tem causado tanto transtorno para a população da nossa cidade. Estamos felizes pelo alcance social e reconhecimento do projeto”, afirma.
Confira a lista dos projetos selecionados para a FEBRACE 2017:
- “Análise físico-química e sensorial da farinha de aipo: uma nova alternativa alimentar para os celíacos” - Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira – Ilhéus. Estudantes: Ailana Kely Farias de Souza e Rayanne Benevides Santos. Orientadora: Margarete Correia de Araújo e coorientadora: Maria Iracy Franca Lacerda Sousa.
- “Biomassa de banana verde como fonte alternativa de alimentação – II Fase” -Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Grande – Barreiras. Estudante: Tailan Silva de Melo. Orientadora: Luíza Idiane de Sousa Dias e coorientador: Rodrigo Arlindo Porto Wanderley Moreno.
- “O uso de agrotóxicos na agricultura familiar miguelense: uma relação entre PBIC e escola” - Colégio Estadual Aldemiro Vilas Boas – São Miguel das Matas). Estudantes: Cristiana Aparecida Nogueira Couto e Noemy de Souza Queiroz. Orientadora: Karine Najla Souza de Jesus.
- “Toxicidade de plantas medicinais em larvas do mosquito Aedes Aegypti” - Colégio Estadual Geovania Nogueira Nunes – Itatim. Estudantes: Ilana Macêdo de Jesus e Laíce Araújo Lopes. Orientadora: Cristiane Maria de Freitas Ribeiro  e coorientador: Glaibson Santos Oliveira.
- “Voice Amplifier: Amplificador de voz de baixo custo, para professor da rede pública de ensino” - Colégio Estadual César Borges – Valente. Estudantes: Jade Aisline Sousa dos Santos e Leandro Andrade Santos. Orientador: Alaércio Moura Peixoto de Jesus e coorientador: Floricéa Magalhães Araújo.
- “A propriedade larvicida do óleo essencial da erva cidreira brasileira” - Colégio Estadual Rolando Laranjeira Barbosa – Santa Maria da Vitória. Estudantes: Julia Ataide Fagundes e Sandy Evans Miranda Marques. Orientadora: Sílvia Oliveira de Araújo Silva.
Compartilhar:
← Newer Post Older Post → Home

PUBLICIDADE

Publicidade

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE



PUBLICIDADE


Seguidores

Matéria do dia.

TCU paralisa reforma agrária no País após identificar 578 mil beneficiários irregulares

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou a paralisação imediata do programa de reforma agrária do Incra em todo o País. A medida caut...

Contato Rápido

Contato Rápido

Mais Postagem

Total de visualizações