QUEM LÊ FICA SABENDO.

August 31, 2017

Um ano de impeachment: Otto critica políticas adotadas pelo governo Temer



Nesta quinta-feira, 31 de agosto, completa um ano da deposição da ex-presidente Dilma Rousseff através do processo de impeachment, selado com a decisão final do Senado Federal que, às 13h35 daquele dia registrava o placar de 61 a 20 para o afastamento definitivo da petista.
Na véspera da data histórica, o senador Otto Alencar (psd-ba), conversou com a equipe do BNews e recordou seu voto contrário ao impedimento de Dilma por não ter encontrado nos autos do processo o crime de responsabilidade fiscal do qual era acusada.
Ele criticou o modelo de política econômica aplicada pelo atual governo e lamentou as credenciais morais do presidente Michel Temer, cujos "principais amigos estão presos, em prisão domiciliar e com tornozeleira eletrônica".
"Eles dizem que controlaram a inflação, mas isso acontece porque temos 15 milhões de desempregados. A política de Henrique Meireles não põe o dinheiro para circular. Concentra tudo", analisou.
O senador reclamou ainda de cortes em programas sociais, como o Bolsa Família, e baixa de 40% no investimento federal em ciência e tecnologia. Listou também 1615 obras de grande porte paralisadas Brasil a fora, mesmo tendo 382 bilhões de dólares de reserva cambial.
Segunda denúncia de Janot
A segunda denúncia do procurador geral da República, Rodrigo Janot, contra Temer que deve ser apresentada nos próximos dias não vai gerar, segundo Otto, muitos transtornos ao governo.
"[Ele só cai] se a Câmara resolver agir com patriotismo. Não primeira denúncia os deputados agiram pelo fisiologismo. É uma novela sem fim".
Nesta quarta-feira (30), Otto Alencar foi um dos homenageados na solenidade de entrega de Comendas da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho na Bahia - Comenda Ministro Coqueijo Costa 2017, no Palácio da Reitoria da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

(Bocão News)
Compartilhar:
← Newer Post Older Post → Home

PUBLICIDADE

Publicidade

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE



PUBLICIDADE


Seguidores

Matéria do dia.

TCU paralisa reforma agrária no País após identificar 578 mil beneficiários irregulares

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou a paralisação imediata do programa de reforma agrária do Incra em todo o País. A medida caut...

Contato Rápido

Contato Rápido

Mais Postagem

Total de visualizações