QUEM LÊ FICA SABENDO.

September 14, 2017

Fiscais agropecuários contrários à nomeação de Paulo Cesar na Adab podem decretar greve



Os fiscais da Agência de Defesa Agropecuária (Adab) continuam com parte das atividades paralisadas em protesto contra a permanência no cargo do diretor-geral da agência, o ex-prefeito de Alagoinhas Paulo Cezar Simões (PDT). 
Todas as viagens, palestras, eventos e serviços externos dos fiscais da Adab em toda a Bahia estão cancelados até a próxima segunda-feira (18). A decisão foi tomada em assembleia da categoria, realizada pela Associação dos Fiscais Agropecuários da Bahia, com a participação de associados da Associação dos Especialistas e Fiscais do Grupo Ocupacional Fiscalização e Regulação do Estado da Bahia, nesta quarta-feira (13), em Salvador, como parte das mobilizações dos profissionais contra a nomeação de Paulo Cezar.
Os servidores vão se manter mobilizados nos locais de trabalho, utilizando camisas pretas nos dois turnos de serviço para divulgação e explicação dos motivos das ações à sociedade. A pressão da categoria contra a permanência de Paulo se baseia na ausência de qualificação técnica e em desacordo com a Lei nº 6.345 de 30/12/91, que exige nível superior para ocupação do cargo. 
Presidente da Associação dos Fiscais Agropecuários do Estado da Bahia (Afa), Urbano Cardoso afirmou ao BNews que existem outros pleitos, a exemplo da realização de concurso, mas o foco da categoria no momento é a saída do diretor.
“Foi decidido ontem que não reconhecemos a nomeação dele como diretor. Hoje teremos uma rodada de reuniões com o secretário de Agricultura e representantes da Serin”, afirmou ao BNews.
Questionado sobre a possibilidade da decretação de uma greve, Urbano explicou: “na próxima segunda-feira (18) será realizada nova assembleia onde serão discutidos os encaminhamentos e novos rumos do movimento. A depender do que aconteça na reunião hoje podemos decretar greve”.
Nesta sexta-feira (15) os servidores vão realizar uma mobilização na sede da Adab, no bairro de Ondina, em Salvador, além de entrar com representação junto ao Ministério Público para impedir que o ex-prefeito continue no cargo. Os fiscais das coordenadorias da Adab no interior do estado também estão sendo mobilizados para que deem continuidade aos atos da categoria em toda a Bahia. Procurada, a assessoria da Adab afirmou que vai esperar o término da reunião para se manifestar.

(BNews)
Compartilhar:
← Newer Post Older Post → Home

PUBLICIDADE

Publicidade

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE



PUBLICIDADE


Seguidores

Matéria do dia.

TCU paralisa reforma agrária no País após identificar 578 mil beneficiários irregulares

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou a paralisação imediata do programa de reforma agrária do Incra em todo o País. A medida caut...

Contato Rápido

Contato Rápido

Mais Postagem

Total de visualizações