QUEM LÊ FICA SABENDO.

October 4, 2017

Em acordo recusado, Mantega admitiu ter arrecadado para campanha de Dilma em 2014



O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, em acordo assinado com o Ministério Público Federal para não ser preso preventivamente, tinha se comprometido a detalhar sua atuação como arrecadador de recursos de empresas para campanhas eleitorais do PT, entre elas a de Dilma Rousseff à reeleição presidencial em 2014. 
Segundo o jornal O Globo, o acordo é um termo de ciência e compromisso, e não uma delação premiada. Por meio dele, Mantega entregaria provas e documentos relacionados à Operação Bullish, que investiga fraudes em contratos de R$ 8,1 bilhões entre o grupo J&F e o BNDES. Em contrapartida, não haveria pedido de prisão preventiva ou temporária por parte do MPF.
Compartilhar:
← Newer Post Older Post → Home

PUBLICIDADE

Publicidade

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE



PUBLICIDADE


Seguidores

Matéria do dia.

TCU paralisa reforma agrária no País após identificar 578 mil beneficiários irregulares

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou a paralisação imediata do programa de reforma agrária do Incra em todo o País. A medida caut...

Contato Rápido

Contato Rápido

Mais Postagem

Total de visualizações