Após novo flagrante, família de publicitário morto em batida pede prisão de advogado: 'Estão esperando que ele mate outro'

    A mãe do publicitário Daniel Prata, morto em um acidente de trânsito em 2014, na capital baiana, informou ao G1 na quinta-feira (10) que o advogado dela entrou com um pedido de prisão preventiva contra o advogado e professor universitário Roberto João Starteri Sampaio, apontado como responsável pela morte do filho dela.

    O pedido, segundo o advogado da família do publicitário, Adriano Figueiredo, foi feito na última segunda-feira (7), dois dias após Roberto ser flagrado com sinais de embriaguez e dirigindo na madrugada de sábado (5), em Salvador. Ele foi solto após audiência de custódia. Após ser preso, Roberto João teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) retida, mas não há detalhes se o documento foi devolvido a ele.

    De acordo com Adriano Figueiredo, a defesa de Roberto João tem cinco dias para se pronunciar sobre o pedido de prisão. O G1 tentou, mas não conseguiu contato com a defesa de Starteri.

    Segundo Figueiredo, o advogado não só infringia a lei ao beber e dirigir no último sábado, mas também descumpria uma medida cautelar da Justiça.

    "Ele teve a carteira de habilitação suspensa por um ano, depois do acidente. A defesa [de Roberto] entrou com pedido alegando que [não possuir a CNH] prejudicava a atuação profissional dele, enfim, ele tinha carteira. A Justiça determinou ainda que ele não poderia sair de casa à noite até o fim do processo e ele descumpriu. Entramos com o pedido de prisão preventiva dele, para que ele responda ao processo preso até o julgamento, previsto para setembro", explicou Adriano.




    Advogado e professor universitário Roberto João Starteri Sampaio Filho, principal suspeito de provocar o acidente de trânsito que matou publicitário em Salvador (Foto: Henrique Mendes/G1 BA) Advogado e professor universitário Roberto João Starteri Sampaio Filho, principal suspeito de provocar o acidente de trânsito que matou publicitário em Salvador (Foto: Henrique Mendes/G1 BA)
    Advogado e professor universitário Roberto João Starteri Sampaio Filho, principal suspeito de provocar o acidente de trânsito que matou publicitário em Salvador (Foto: Henrique Mendes/G1 BA)

    Escrito por Folha de Noticias SAJ

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.