Paulo Preto, apontado como operador do PSDB, é preso novamente

O ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB, voltou a ser hoje (30), em São Paulo, após descumprir decisão judicial – de acordo com a Band News Fm, ainda não especificado qual foi o descumprimento.
Mais conhecido como Paulo Preto, Souza havia sido solto no último dia (11) após ter habeas corpus concedido pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes.
Ele havia sido preso por suspeitas de desvios nas obras do Rodoanel Sul, Jacu Pêssego e Nova Marginal Tietê, em São Paulo. Preto também é suspeito de participar de desvio de recursos públicos durante obras do governo tucano, entre os anos de 2009 e 2011.
*M1

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.