PF estuda mudar data de depoimento da filha de Temer


A Polícia Federal pode mudar a data em que a filha do presidente Michel Temer, Maristela, prestará depoimento. De acordo com a coluna Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, ela seria ouvida nesta quinta-feira (3), mas a oitiva pode ser antecipada para esta quarta (2) para evitar tumulto.
Maristela será questionada pela PF sobre quem pagou uma grande reforma feita na casa dela em 2014. A suspeita é que os gastos tenham sido pagos pelo coronel da reserva da PM João Baptista Lima Filho, antigo amigo de Temer, como forma de lavar dinheiro de propina destinada ao emedebista.
Diante de alguns vazamentos na PF, o presidente Temer disse que não vai tolerar novos episódios e que seria inadmissível o conteúdo do depoimento de Maristela vir a público.   (BN)

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.