Suspeito que arrancou tornozeleira eletrônica é preso; comparsa morreu em confronto


    Dois homens acusados de roubo a banco e homicídio foram presos pela polícia na madrugada desta quinta-feira (3) – um deles morreu em confronto. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), uma operação integrada das polícias Militar e Civil localizou Silvestre Santos Viana, 24 anos, o ‘Pesadelo’, e Otávio Felipe da Silva de Jesus, 19 anos, o ‘Boca’.
    Os dois tinham sido presos por esses crimes e são apontados pela SSP como líderes de uma mesma quadrilha de tráfico de drogas que atua no Arenoso. Eles eram considerados “alvos prioritários” do órgão.
    Silvestre, o Pesadelo, reagiu à abordagem da polícia atirando e não resistiu aos ferimentos. Ele já tinha sido preso em dezembro de 2017 após roubo a banco, na cidade de Olindina. Naquela ocasião, cinco suspeitos que o acompanhavam morreram em confronto. Desta vez, foram apreendidos com ele um revólver e um veículo modelo Celta, placa EZT-5354, roubado em São Paulo.
    Entre as autoridades, Pesadelo era conhecido pela “frieza”. Nas costas, ele tinha um machado tatuado – de acordo com a SSP, era com esse artefato que assassinava seus concorrentes. “Pesadelo era um criminoso frio e que ganhou o apelido pela maneira que agia contra os traficantes rivais e usuários de drogas devedores. Infelizmente ele não se rendeu e preferiu atirar contra os PMs”, contou o comandante do Policiamento na Região Integrada de Segurança Pública (Risp) Central, o coronel Anildo Rocha.
    Otávio, o Boca, por sua vez, foi preso no mês passado. Ele chegou a confessar o homicídio, mas foi colocado em liberdade provisória, usando tornozeleira eletrônica. Assim que foi liberado, Otávio cortou o equipamento e o abandonou em uma vala.
    Como voltou a praticar crimes, foi preso novamente. “Boca e Pesadelo chefiavam a quadrilha no bairro de Arenoso. Temos as identificações dos outros integrantes e as ações no bairro continuarão até chegarmos em todos”, frisou o coordenador da Polícia Civil, na Risp Central, delegado Guilherme Machado.
    *Correio

    Escrito por Folha de Noticias SAJ

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.