Temer cede à pressão de grevistas, estabelece frete mínimo e reduz R$ 0,46 no diesel

O presidente Michel Temer anunciou na noite deste domingo (27) uma série de medidas para tentar debelar a greve de caminhoneiros que chegou ao sétimo dia. Entre as iniciativas, o governo editou uma Medida Provisória para estabelecer o valor de frete mínimo e ainda baixou em R$ 0,46 por litro de diesel pôr sessenta dias,  com a redução da Cide e do PIS/ Cofins somadas prometeu isenção em pedágios de todo país de caminhão vazio, tebela com preço mínimo de fretes, 30% dos fretes da comab, refem desde a última quinta-feira (24) quando anunciou um acordo inexistente, o governo foi obrigado a recuar para tentar desobstruir rodovias em todo o país. “Vamos pagar essa diferença de custo sem nenhum prejuízo para a Petrobras”, afirmou Temer em pronunciamento. “Compreendemos as dificuldades naturais dos caminhoneiros, mas são incríveis os depoimentos que temos recebido referente à falta de medicamentos e insumos básicos na área medicamentosa”, completou o presidente.
*BN

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.