Além da morte de PM, Feira registra sete homicídios neste sábado

Feira de Santana registrou oito morte violentas neste sábado (16) – sete homicídios aconteceram depois do latrocínio do policial militar Wagner Silva Araújo, 28 anos, na madrugada de hoje. Segundo o delegado Roberto Leal, coordenador regional de Feira, o número é acima da média. “É atípico. A investigação ainda vai ser feita, estamos na fase de levantar dados, mas sabemos que é número fora do comum”, afirma.
A morte do PM Wagner está sendo considerada latrocínio pela polícia – roubo seguido de morte. Ele foi baleado fatalmente ao trocar tiros com bandidos que roubaram três pessoas – dois homens e uma mulher – na saída de uma festa. Os ladrões fugiram com pertences das vítimas e o carro em que elas estavam, um Crossfox branco.
Todas as vítimas foram mortas a tiros e são homens. Três corpos foram achados pela tarde na Avenida George Bastos Leal, no bairro do SIM, em uma área isolada, que pode ser considerada um ponto de desova. Os três estavam parcialmente despidos, sem nenhuma identificação, e com várias marcas de tiro pelo corpo.
Houve um duplo homicídio no bairro da Jussara, com as vítimas também não identificadas, e um homem foi morto no bairro do Papagaio.
Na Praça da Matriz, no Centro, George Antônio Souza de Jesus, de 28 anos, foi executado a tiros. Segundo informação da Polícia Militar, um homem chegou ao local de carro, desceu e atirou pelo menos cinco vez em George. Ele morreu no local. O rapaz tinha passagem na polícia por tráfico de drogas, de acordo com a PM. O delegado Roberto Leal diz que informações sobre ele ainda estão sendo colhidas.
Segundo o delegado, as equipes da Polícia Civil estão nas ruas para dar início as investigações.
Morte do policial
O PM, que era lotado na 67ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), foi morto por volta das 4h30 de hoje, após reagir a um assalto que ocorria com três pessoas – todos saíam de uma festa junina no bairro São João. “Ele estava numa festa e foi sair e percebeu que três pesssoas, dois homens e uma mulher, estavam sendo assaltados. Resolveu intervir e acabou trocando tiro com essas pessoas (suspeitos). Eles dispararam e um tiro pegou no peito (do PM)”, conta o delegado.
Os ladrões fugiram. Wagner era casado e deixa duas filhas, uma de 8 anos e outra recém-nascida. Em nota, a PM declarou que “todo o suporte e atenção à família do companheiro serão proporcionados pelo Comando de Policiamento da Região Leste e todos os esforços já estão mobilizados para identificar e punir os autores do crime”.
A Associação dos Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra) também lamentou a morte de Araújo e informou que se reunirá de forma extraordinária na terça-feira que vem. “Dessa reunião, vamos ver que providência tomar para com este e outros casos relacionados a mortes de PMs, que tem deixado toda a categoria muito preocupada”, disse o coordenador geral da associação, deputado estadual Marcos Prisco (PSC).
O corpo do PM foi sepultado hoje no Cemitério Piedade, em Feira.

Fonte: Correio

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.