Eventual aliança com PSB divide o PT

O PT ainda não chegou a um consenso sobre fechar aliança com o PSB para as eleições de outubro. Parte da legenda petista quer os socialistas apoiem um nome do PT para a Presidência da República em troca de uma aliança com o PSB em Pernambuco, atualmente governado pelo socialista Paulo Câmara.
Outra parte do PT, afima a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, é mais flexível e quer selar aliança com trocas apenas regionais. Nessa ala, estão lideranças como Fernando Pimentel, governador de Minas Gerais, e o senador Humberto Costa, do PT de Pernambuco.
Ao PSB, o PT oferece ainda a cabeça de chapa em estados como Amapá, Amazonas, Paraíba e Espírito Santo, além de Pernambuco. E mais, coloca à disposição dos socialistas o cargo de vice na campanha presidencial. 
Segundo a colunista, um dos nomes aventados para vice na chapa presidencial do PT caso seja fechada uma aliança com o PSB é o do ex-prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda (PSB-MG).
Apesar da investida do PT, o PSB reluta em fechar aliança nacional, tanto com os petistas quanto com o PDT de Ciro Gomes. 
(BN)

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.