Genro de Sílvio Santos pode ser preso a qualquer momento

    A Justiça expediu desde o dia 19 de abril o mandado de prisão contra Keliton Pedroso de Abreu, marido de Sílvia Abravanel. De acordo com a coluna Retratos da Vida, do jornal Extra, agora o genro de Sílvio Santos está sendo procurado pela Polícia Federal. O processo é movido por sua ex-namorado pelo não pagamento total das pensões da filha de 5 anos, além de abandono de menor.
    Segundo Ana Arraes, após cinco tentativas, o juiz da comarca de Balneário Camboriú, onde o processo tramita, fez uma petição à Polícia Federal para saber o paradeiro do réu. Caso fique comprovado que ele está no exterior, vão acionar a Interpol a fim de extraditá-lo. “A última notícia que tivemos é que ele estava em Londres”, conta Ana. A PF deve ter a informação se Kleiton saiu ou não do Brasil até a quarta-feira, 20.
    O processo de Ana contra ele há existe há cinco anos. Em dezembro de 2013, ela decidiu colocar o ex na Justiça por conta de desacordos sobre a criação e sustento da filha. “Ficamos juntos três meses. Com 20 dias de namoro, ele conheceu a Silvia e manteve um caso. Só fui descobrir a gravidez aos 6 meses de gestação quando já estávamos terminados”, recoda Ana.
    Em contato com a coluna, o advogado de Kleiton, João Fonseca, o cantor se encontra no exterior fazendo um curso na área musical, mas não soube precisar o local. Ainda segundo o advogado, Kleiton não recebeu qualquer intimação. “Ele está há 30 dias fazendo um curso. Assim que ele retornar a São Paulo, se a Justica se mantiver irredutível quanto a essa decisão de prisão (se é que existe), ele se entregará às autoridades e irá cumprir a decisão judicial, sem prejuízo de tentarmos provar que quem recebe R$ 2,5 mil não consegue pagar R$ 4,7 mil de pensão”, justifica. O pedido de prisão determina que o cantor fique detido por pelo menos 60 dias.
    Questionado como Kleiton tem conseguido de manter no exterior pagando estadia, passagem e custos em moeda estrangeira, o advogado informa: “A empresa que tem interesse no retorno dele aos palcos está bancando tudo”. 
    Segundo a designer de interiores, de 30 anos, Kleiton jamais visita a filha. “Ela está numa fase revoltada, sem poder ir à escola, já que ele parou de pagar, e não posso colocá-la mais na terapia”, enumera: “Ele nunca ficou com ela pra eu trabalhar. Tem dias em que ela fica até meia-noite no trabalho comigo”.
    Ainda segundo Ana, a pensão havia sido afixada em R$ 4,7. Hoje, Kleiton alega só receber R$ 2,5 mil mensais, o que daria de pensão R$ 750. “Só que a Justiça foi investigar a empresa em que ele diz trabalhar e esta empresa não existe. Agora está sendo investigada pela Receita Federal”, conta ela: “O que as pessoas precisam entender é que não estou processando o Kleiton que vive com a filha do Silvio Santos. Até por que eles são casados em regfime de separação total de bens. Mas o pai da minha filha que não se preocupa com o bem-estar dela”.
    A dívida de pensões retroativas chegam a R$ 65 mil. Segundo Ana, o advogado de Kleiton ofereceu um acordo: pagar R$ 44 mil em duas vezes. Mas ela não aceitou. (BN)

    Escrito por Folha de Noticias SAJ

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.