Marcelo Odebrecht diz que sua família não foi culpada, mas, sim, lesada

    Marcelo Odebrecht definiu como “discurso leviano e diversionista”, num email, uma entrevista de Olga Pontes, diretora de compliance da empreiteira, segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo. Ela afirmou recentemente ao site Jota que é preciso “baixar a cabeça e dizer que pecamos”. A colunista detalha que, a mensagem foi encaminhada para o diretor-presidente do grupo, Luciano Guidolin, e para Sergio Foguel, membro do conselho da companhia, no mês passado. 
    Marcelo diz no texto que sua família “não foi culpada, e, sim, foi lesada” pelas práticas da empresa. Segundo ele, é errado dizer que as orientações e a responsabilidade pelas práticas do passado cabem exclusivamente à família. “A maioria dos conselheiros da Odebrecht S.A. eram não apenas acionistas sem vínculos com a família Odebrecht, como eram ex-executivos da organização”. Esses mesmos membros, segue Marcelo, “implantaram ou evoluíram estas práticas”. 

    Por: Folhapress

    Escrito por Folha de Noticias SAJ

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.