'Não é escolha pessoal, mas conjuntural', diz Zé Neto sobre exclusão de Lídice da chapa de Rui

O líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Zé Neto (PT), considerou “equilibrada” a chapa definida pelo governador Rui Costa (PT) para disputar as eleições de outubro. A composição, confirmada na tarde de segunda (25) em reunião do conselho político petista, foi fechada com o nome do deputado estadual Angelo Coronel (PSD) na segunda vaga ao Senado  —escolha que frustrou os planos da senadora Lídice da Mata (PSB) à reeleição.  
 “Na política, você tem que olhar o tamanho de cada um e olhar também as composições do ponto de vista estratégico que são necessárias para a chapa. A chapa está equilibrada. É como o próprio governador diz: são dois vermelhos e dois azuis”, declarou Zé Neto ao BNews na tarde nesta terça (26), durante sessão na AL-BA. 
“Eu, pessoalmente, tenho o maior carinho por minha amiga, minha irmã Lídice da Mata, nossa companheira. Mas não é só uma escolha pessoal. É uma escolha conjuntural”, minimizou o governista. 
“A gente tem que olhar a composição do que aconteceu principalmente nesses últimos anos, nos quatro anos do governo Rui e quais foram os partidos que tiveram mais pujança. Quem cresceu. Quem tinha mais espaço. Quem soube ocupar melhor os espaços. Isso tudo conta na hora. Não é uma escolha pessoal que se faz”, reiterou  Zé Neto, para quem a decisão de Rui foi estritamente "conjuntural”.
Matérias relacionadas:

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.