"O PT não tem condições de abrir mão de Lula", diz Fernando Haddad

    Coordenadores dos programas de governo do PCdoB, PDT, PT e PSOL se reuniram na noite desta sexta-feira (29), em debate em São Paulo, e passaram mais de duas horas concordando sobre tudo, segundo o jornal O Estado de S.Paulo. Não houve discordância sobre temas como reforma tributária, segurança pública e participação de mulheres e minorias. O clima era de unidade.
    O ex-prefeito Fernando Haddad (PT), cotado como plano B de Lula, disse que o partido não pode abrir mão do ex-presidente. “Como nós do PT podemos abrir mão do Lula? Não temos condição política, eleitoral, moral, programática. O PT não pode e não vai abrir mão de Luiz Inácio Lula da Silva”, disse. Ele é aposta para disputar o planalto até mesmo por opositores. Folhapress

    Escrito por Folha de Noticias SAJ

    Seu Portal informativo, aqui você bem informado.