Oficiais da Abin dizem que Planalto foi alertado sobre greve dos caminhoneiros

Servidores da Agência Brasileira de Inteligência rebateram as críticas de que a instituição não alertou o Palácio do Planalto sobre a greve dos caminhoneiros. Segundo eles, os relatórios apontaram até mesmo risco de desabastecimento, mas que cabe ao governo decidir o que fazer com as informações. 
De acordo com a Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S.Paulo, o presidente da Associação de Servidores da Inteligência, Carlos Estrella, diz que a entidade se divide sobre divulgar ou não uma nota. No entanto, a agenda do ministro do GSI, Sérgio Etchegoyen, não registra nenhuma reunião com o diretor-geral da Abin, Janér Tesch. (BN)

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.