Parente pediu demissão porque avaliou que iria "atrapalhar" o governo, diz coluna

O ex-presidente da Petrobras Pedro Parente deixou o comando da estatal ao perceber que estava atrapalhando mais do que estava ajudando o governo.
Com baixo índice de popularidade e o apoio do Congresso se esfacelando, o presidente Michel Temer precisa dar respostas à população, que cobra também a diminuição do preço da gasolina. A avaliação é da Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S.Paulo.
 Por: José Cruz / Agência Brasil

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.