General diz que não será vice de Bolsonaro

Citado pelo presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) como possível vice da sua chapa, o general  reformado Augusto Heleno negou, em entrevista à Folha, que irá ocupar o posto.
O militar afirmou que ouviu de dirigentes do seu partido, o PRP, que não é do interesse da legenda fazer parte da composição com o pré-candidato à Presidência da República.
“Entendi o argumento [do partido] porque depende de deputados federais. O vice não acrescenta tempo de TV. Essa candidatura não é atraente para os diretórios estaduais do partido”, declarou Heleno.
Ainda assim, o general disse manter o seu apoio a Bolsonaro e afirmou que ajudará com o programa de governo. A convenção que irá formalizar a candidatura de Bolsonaro está marcada para o próximo domingo (22), no Rio de Janeiro.
Nesta terça-feira (17), o presidente do PSL, Gustavo Bebbiano, disse que, além de Heleno, eram cotados para vice o presidente licenciado do partido, Luciano Bivar, e a advogada Janaina Paschoal, uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.
Fonte: Bahia.ba

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.