Jovem com deficiência auditiva é liberada após ser feita refém por 2h

Uma jovem com deficiência auditiva foi liberada no final da manhã desta segunda-feira (16), após ser feita refém por duas horas, por um suspeito de tráfico, no bairro de  São Cristóvão, em Salvador. Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e da 49ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/São Cristóvão) atuaram em conjunto na situação.
Segundo a polícia, Joseanderson Santana Souza, conhecido como ‘Kléber”, entrou na casa da jovem, na Rua Prado, alegando fugir de rivais do tráfico de drogas da localidade do Vila Verde, por volta de 10h20. Policiais militares chegaram até a casa em seguida e o comandante da unidade, major Jaílson Damasceno de Jesus dos Santos, negociou com o criminoso a liberação da vítima. Depois disso, equipes do Bope, chegaram até o local.
O suspeito exigiu colete balístico, a presença da mulher e filho, um bebê com menos de um ano e de uma emissora de TV, que passou a transmitir a ocorrência ao vivo.
Após duas horas, Joseanderson abriu a porta da casa, jogou a faca de cozinha que colocava no pescoço da vítima, e se entregou. O suspeito foi apresentado, na 12ª Delegacia Territorial (DT/Itapuã), e a jovem encaminhada para uma unidade de saúde não informada.
Fonte Bahia ba

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.