Sesab afirma que pacientes do Roberto Santos já voltaram a receber alimentação

A paralisação de trabalhadores terceirizados da empresa Sabore CIA e Serviços de Alimentos LTDA, que prejudicou a alimentação dos pacientes internados no Hospital Roberto Santos, em Salvador, na manhã desta sexta-feira (13), foi "um movimento de paralisação promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Refeições Coletivas e Afins no Estado da Bahia (Sintercoba)", de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), em nota enviada ao BNews.
Segundo a Sesab, os funcionários da Sabore foram impedidos de preparar a alimentação para cerca de 300 pacientes internados na unidade nesta manhã. "O serviço foi regularizado ainda nesta manhã", afirma a nota.
Questionada, a Sesab não esclareceu informações sobre o valor e vigência do contrato com a Sabore. Entretanto, "ressaltamos que o Governo do Estado tem realizado pagamentos regulares e consecutivos à empresa Sabore, sendo o último realizado em 13 de junho de 2018, no valor de R$ 1,5 milhão. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), ao tempo em que lamenta a ação lesiva promovida pelo sindicato, informa ainda que abrirá processo administrativo a fim de apurar responsabilidades ou eventuais omissões dos envolvidos". Por: Caroline Gois

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.