TCU recomenda que OAS devolva R$ 33 milhões aos cofres públicos

Uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou que a empreiteira OAS devolva R$ 33 milhões que teriam sido superfaturados nos serviços de terraplenagem e túneis nas obras do trecho norte do Rodoanel, em São Paulo. 
De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, os pagamentos foram feitos pela Dersa, estatal paulista responsável pela construção. A devolução do dinheiro foi a condição apresentada pela auditoria do TCU para rever o pedido feito aos ministros da Corte de Contas para conceder uma medida cautelar suspendendo os pagamentos a OAS referentes ao reajuste contratual assinado em 2016 por causa do atraso na execução da obra.
Segundo a fiscalização, esses valores também estão superfaturados. As recomendações ainda serão analisadas pelo ministro-relator Walton Alencar Rodrigues. Ao todo, a fiscalização do TCU estima que até R$ 625 milhões tenham sido superfaturados nos seis lotes da construção do Rodoanel Norte. Dois destes lotes são da OAS.
(BN)

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.