Condotieri: “Estamos diante do maior esquema de corrupção eleitoral de Conquista”, revela MP-BA


O Ministério Público da Bahia afirmou durante entrevista, nesta quinta-feira (30), que a Operação Condotieri revelou o maior esquema de corrupção eleitoral da história de Vitória da Conquista.
De acordo com o MP, “órgãos públicos estaduais e municipais foram geridos de forma desonesta buscando acima de tudo a manutenção do poder e o desvio de dinheiro público”.
Ainda segundo o órgão, as investigações devem prosseguir e o MP deve buscar sanções penais que envolvem desde a perda do cargo público até a prisão.
A Operação Condotieri mirou crimes eleitorais cometidos em 2016 por um então candidato, eleito vereador, da cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. 
Além do vereador Rodrigo Moreira, estão envolvidos no esquema um ex-presidente da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, o assessor de um deputado federal, um ex-deputado estadual da Bahia, assessores, o ex-diretor do 4º Ciretran de Vitória da Conquista, membros da empresa que administra o novo presídio de Vitória da Conquista, sócios administradores do consórcio Zona Azul, além de outras pessoas. Eles responderão pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção passiva, corrupção ativa, corrupção eleitoral, falsidade ideológica, patrocínio infiel e estelionato. Por: Chayenne Guerreiro

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.