Cortada da chapa de Rui, Lídice inaugura comitê em evento recheado de alfinetadas


Cortada da chapa de reeleição do governador Rui Costa (PT), a senadora lídice da Mata (PSB) defendeu mais participação de mulheres na política durante a inauguração do comitê de campanha, neste sábado (25), no bairro do Rio Vermelho. O ato político contou com a presença de artistas, intelectuais, cientistas, parlamentares e militantes jovens e históricos da esquerda baiana. 

“Estamos dando a largada da nossa campanha em Salvador, onde esperamos uma votação significativa, pois sempre estivemos do lado da política que é o lado do povo desta cidade e é o lado dos trabalhadores, mulheres, movimento sindical, jovens e negros”, disse a postulante, que foi excluída da majoritária petista para dar lugar a Ângelo Coronel na candidatura à senatoria. O evento foi recheado de alfinetadas e indiretas.
Candidatos a deputados estaduais como Fabiola Mansur, Carlos Neiva, Rui Oliveira (PC do B) também estiveram no comitê.  Fabíola disse que Lídice "é uma legítima representante do povo baiano no Congresso Nacional e defendeu mais espaço para as mulheres na política". A fala da deputada foi endossada pela secretária estadual de Política para as Mulheres, Julieta Palmeira, que também participou do evento. 
“O voto das mulheres é fundamental para reverter esse quadro de sub-representação feminina vergonhosa e de índices de violência doméstica de estupro e de feminicídios ainda mais vergonhosos”, afirmou Fabíola, que também inaugurou um comitê próprio neste sábado.
O deputado Bebeto Galvão lembrou da trajetória política recente de Lídice, posicionando-se contra os projetos do Governo Temer - como a Reforma Trabalhista, Lei da Terceirização, Reforma da Previdência, dentre outras matérias. “Lídice também foi uma voz firme contra a perseguição de Temer ao nosso Estado”, disse. Por: Henrique Brinco 

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.