Empresas multadas na greve dos caminhoneiros não fecham acordo com governo


As 151 empresas e transportadoras multadas durante a greve dos caminhoneiros não fecharam acordo com representantes do governo e da Advocacia Geral da União após reunião realizada na manhã desta quarta-feira (29).
“As empresas que aqui compareceram foram muito claras no sentido de que não foram elas as fomentadoras do movimento e, portanto, não teriam essa responsabilidade. Mas, por outro lado, compreendem que a lei precisa ser cumprida e que não há nenhuma dificuldade em se avançar nesse tipo de compromisso”, disse a advogada-geral da União, Grace Mendonça, ao G1.
As empresas, no entanto, concordaram com a assinatura de um termo se comprometendo a não obstruir vias públicas no futuro e nem a estimular novas obstruções.  Por: STF

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.