A 12 dias da eleição, candidatos ao governo da Bahia arrecadam quase R$ 11 mi


Na reta final da corrida pelo Palácio de Ondina, os candidatos arrecadaram R$ 10,6 milhões até esta quarta-feira (26). O levantamento feito pelo BNews, junto ao site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta o governador Rui Costa (PT), que busca à reeleição, na dianteira da lista de arrecadação. 
Ele soma um total de R$5.089.994,41 de recursos recebidos, sendo  R$868.832,01 de doação de pessoas físicas, R$1.484.202,40 de doação de candidatos da sua coligação, R$5.000,00 de doação de recursos de origem não identificadas e R $2.731.960,00 de doação de partidos, que representa 53.67% desse total, mas que contém apenas duas legendas: o PT e o PSD. 
O PT, partido de Rui, como esperado, foi o que mais doou: R$2.131.960,00 (direção nacional), seguido pelo PSD do senador Otto Alencar, que concedeu R$500.000,00 (diretório estadual). 
Nesta lista constam ainda diversos candidatos. O deputado federal Bacelar do Podemos fez uma doação de R$ 120.000,00. Os também integrantes da Câmara Federal, os petistas Waldenor Pereira, Afonso Florence e Walmir Assunção doaram R$104.474,45, R$102.390,00 e R$100.000,00, respectivamente. O recém-governista Claudio Cajado (PP) também doou R$ 100.000,00, dentre outros. 
Em segunda colocação no ranking encontra-se o democrata, Zé Ronaldo com R$2.851.000,00. Desse total: R$121.000,00 foi de doação de pessoas físicas e R$2.730.000,00 de doação de partidos, que somam 95,6% do total de recurso recebido.
A direção nacional do DEM contribuiu com R$ 2.550.000,00, enquanto a estadual com R$ 60.000,00. Já a direção nacional do PSDB com R$ 100.000,00 e a estadual com R$ 20.000,00
Em seguida vem o emedebista, João Santana com R$2.500.000,00 arrecadados, sendo 100% desse montante de doação de partidos, 80% da direção nacional do MDB e 20% do diretório estadual (R$ 500.000,00). 
Marcos Mendes do PSOL acumulou R$ R$112.741,87, sendo R$111.465,87 de doação da direção estadual do partido, que representa 98.87% e apenas R$1.276,00 de financiamento coletivo. 
A candidata da Rede, Célia Sacramento recebeu um total de R$50.100,00 quase em sua totalidade de doação da direção nacional da Rede (99.8%). Apenas R$100,00, que equivale a 0,2%, foi de recursos próprios. 
Já o postulante do PRTB, o ex-prefeito João Henrique angariou apenas R$ 1.500 de pessoas físicas, sendo R$ 1.000,00 de sua esposa Tatiana Paraíso e R$ 500,00 de Jorge Simões dos Santos. 
Orlando Andrade (PCO) recebeu R$ 600,00 da direção nacional do Partido da Causa Operária (PCO).  BNews 
 

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.