Beto Richa chorou ao chegar à prisão em Curitiba


O ex-governador do Paraná Beto Richa chorou muito ao chegar ao Complexo Médico-Penal (CMP), na região metropolitana de Curitiba, na terça-feira (11). A informação é da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo. Richa e outras 11 pessoas foram presas sob suspeita de participarem de um esquema de corrupção no Paraná. 
Ainda segundo a publicação, o ex-governador e sua mulher, Fernanda Richa, ficaram apenas quatro horas no CMP, onde estão outros presos da Lava Jato, como o ex-deputado Eduardo Cunha. No início da noite, a Justiça do Paraná determinou a transferência do casal para o Regimento de Polícia Montada, em Curitiba.
A colunista revela também que duas salas foram reservadas para recebê-los: uma usada por um comandante e outra reservada aos cadetes pequenos. Por: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.