Bolsonaro defende 'descentralização do poder' e critica 'relações promíscuas' entre União, estados e municípios


O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), defendeu, por meio das redes sociais, a descentralização do poder público no país como forma de diminuir o que chamou de "suspeitas relações promíscuas entre Federação, Estado e Município".
Na postagem, publicada nesta terça-feira (18) e intitulada como uma proposta para "economia e governabilidade", Bolsonaro disse que vai combater "os problemas peculiares de cada região, facilitando ao cidadão a fiscalização na aplicabilidade dos recursos públicos".
"ECONOMIA e GOVERNABILIDADE: Com a descentralização do poder dirimimos as suspeitas relações promíscuas entre Federação, Estado e Município; combatendo os problemas peculiares de cada região, facilitando ao cidadão a fiscalização na aplicabilidade dos recursos públicos", escreveu. 
Boletim médico divulgado nesta tarde aponta que Bolsonaro permanece internado na Unidade de Terapia Semi-Intensiva do hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo, apresentando "evolução clínica satisfatória" e boa resposta ao tratamento.
"Encontra-se sem febre, com alimentação parental (endovenosa) exclusiva e com função intestinal em recuperação", aponta o boletim médico. estabilização do estado clínico do candidato, o hospital, a partir de hoje, divulgará apenas um boletim sobre o estado de saúde do Bolsonaro por dia.  Por: Reprodução/Facebook/Jair Bolsonaro

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.