PF investiga se ataque a Bolsonaro teve "mandante" ou "incentivador"



A Polícia Federal investiga se há um mandante ou incentivador por trás do ataque ao candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro. 
De acordo com informações da revista Crusoé, os agentes querem saber o motivo de Adélio Bispo de Oliveira usar uma lan house, embora tivesse em mãos quatro celulares e um notebook. Nesta segunda-feira (10), a PF apreendeu computadores da lan house que Adélio usava em Juiz de Fora, local onde ocorreu o ataque.
Os agentes querem reunir pistas que levem a pessoas com as quais Adélio tenha conversado dias antes do crime. BNews

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.