SAJ: após aluno ser impedido de entrar em escola, diretora da unidade se posiciona sobre o ocorrido

Após o pai de um aluno reclamar na Rádio Andaiá FM de que o filho foi impedido de entrar no Colégio Municipal Florentino Firmino de Almeida, em Santo Antônio de Jesus, por chegar cedo demais por conta da chuva, a diretora da instituição, Wilma Cerqueira, explicou, em entrevista ao repórter Sidney Silva, que a escola inicialmente tem o papel de proteger e resguardar a integridade dos alunos.
Segundo a diretora, os horários de entrada do Colégio são elaborados no início do ano letivo em reunião com os pais dos alunos. “O portão do colégio abre inicialmente as 7h15 para os alunos das séries finais e às 8h para os estudantes das séries iniciais”, disse.
A diretora afirmou ainda que no momento em que o aluno chegou, só havia o porteiro do colégio presente. “Ele é o responsável por receber os funcionários que preparam a merenda. O impedimento aconteceu porque só havia o porteiro no colégio e os outros funcionários não haviam chegado. Por conta disso, o impedimento foi adotado como medida para proteger a integridade do aluno, pois, caso acontecesse algo, não haveriam testemunhas no local”, justificou.
A professora Wilma Cerqueira ressaltou ainda que, independente de estar chovendo ou não, ‘a escola não fecha as portas para os alunos’. “Desde que tenha um quadro efetivo de funcionários para zelar e proteger o estudante. Já marcamos outra reunião com os responsáveis dos alunos para esclarecer algumas questões com relação a aprendizagem e para que episódios como esse não aconteçam mais”, garantiu.
*Andaiá FM

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.