Suspeito de esfaquear Bolsonaro é transferido para presídio


O suspeito de ter esfaqueado o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), Adelio Bispo de Oliveira, 40 anos, foi transferido na madrugada desta sexta-feira (7) para o Ceresp (Centro de Remanejamento do Sistema Prisional) de Juiz de Fora, ligado à Secretaria de Estado de Administração Prisional do Estado de Minas Gerais. A informação foi confirmada ao UOL pela Polícia Federal.
Preso em flagrante pouco depois de atingir o candidato, Adelio havia sido conduzido à delegacia da Polícia Federal em Juiz de Fora, onde permaneceu até ser transferido para o complexo penitenciário do município mineiro. Ele chegou a ser agredido enquanto era escoltado até a delegacia.
Segundo a PF, que comanda as investigações, foi instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias do ocorrido. Ao prestar depoimento à polícia, Adelio disse que agiu motivado por "questões pessoais".
Adelio é natural de Montes Claros (MG), e perfis de redes sociais associados ao nome dele trazem mensagens contra Bolsonaro e imagens em protestos contra o presidente Michel Temer (MDB). A frase que o define na rede social é
"Não importa em que partido tu militas, nem a ideologia em que acreditas, ou que fé tu praticas. Se tens prazer no triunfo da justiça, então somos irmãos".  Por: Divulgação
 

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.