Após reeleição apertada, Sanches fala sobre indicação para liderar minoria e nega articulações para presidência da AL-BA


O deputado Alan Sanches (DEM) teve trabalho pra se reeleger. O político, que teve pouco mais de 49 mil votos, quase não consegue a reeleição, mas já teve seu nome colocado, pelo menos em conversas nos bastidores da política, para liderar a minoria na Assembleia Legislativa da Bahia.
 
Em entrevista ao BNews durante a primeira sessão plenária após as eleições, Sanches atribuiu as conversas acerca de seu nome ao fato de ser "um dos nomes da oposição do DEM, que foi a maior bancada da minoria, e também um dos nomes que já tem, talvez, mais experiência dos que ficaram". Mas fez questão de deixar claro que "isso não foi conversado" e alertou: "está todo mundo recebendo o impacto dessa eleição. Tivemos algumas perdas que a gente não esperava. Naturalmente temos nomes, e de sobra, pra liderar a oposição com experiência, com vontade, e do grupo". O deputado afirmou que é o momento de "esperar com tranquilidade pra resolver. Temos até fevereiro para resolver".
 
Questionado se colocaria seu nome à disposição, ele retrucou: "não verdade não funciona assim colocando ou não o nome à disposição. Mas é um cargo que realmente nos honra muito, ser lider da oposição, do grupo, ser liderado do ACM Neto. É um cargo de extrema relevância e importância nessa casa. Não me furtaria, mas não vou pra disputa absolutamente com ninguém. Acho que o nome trabalhado tem que ser a nível de consenso e não a nível de disputa. A gente vai construir esse consenso, ver o que é melhor pra bancada, o que é melhor pra todos os deputados e a gente vai trabalhar dessa forma".
 
Sobre a disputa para a presidencia da Assembleia, ele afirmou que tal qual a última eleição, dessa vez a oposição também vai se unir para fechar um bloco de apoio a um candidato ao cargo: "não tem cabimento você fazer qualquer acordo individual. Eu acho que a gente tem que trabalhar em bloco, nós somos uma bancada. Apesar de que cada um se elege com seu trabalho individual, mas nós somos uma bancada de vários partidos e acho que a gente tem que trabalhar junto, unido pra que a bancada da minoria seja respeitada e não seja atropelada politicamente".
 
Ainda na entrevista, Alan negou que a oposição já esteja conversando sobre um nome para concorrer a presidente da Casa: "absolutamente ainda não vi nome nenhum. O que tem é o que especula-se aí na imprensa. Ninguém ainda nos procurou na oposição. Acho que tá todo mundo se arrumando dessa ressaca das eleições. Nada certo ainda". 
BNews
 

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.