Artista denuncia que obra autoral foi usada em material publicitário da Flica sem autorização


A artista plástica Paola Helena Publio denunciou o uso não autorizado das obras dela pela organização da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), ocorrida neste fim de semana, no Recôncavo Baiano.
“Levei um susto quando vi no folder da programação da Flica minhas peças estampadas logo no primeiro dia do evento. Percorri a cidade e vi também nos pórticos, nos postes e nos cenários da Flica. Em nenhum momento procuraram saber quem era o autor das mandalas usadas”, denunciou a artista no Facebook. Paola Helena é natural de Petrolina, mas mora em Cachoeira há cinco anos. 
Ao site Andaia, a artista contou que a obra original foi modificada, descaracterizando o trabalho autoral. “Além do uso indevido, fizeram uns recortes modificando o original das peças. Na praça principal de Cachoeira colocaram um pórtico, onde as pessoas tiravam fotos, com a minha mandala exposta. É uma honra ter seu trabalho num evento do porte da Flica, mas com a devida autorização”, disse.
De acordo com Paola, três peças dela foram usadas sem autorização pelos, uma delas está no folder com a programação. “Essa mandala foi recortada e usaram um pedaço. Além disso, colocaram de cabeça para baixo. A publicidade da Flica foi lançada quatro meses antes do evento. A Flica começou dia 11 e depois, ao chegar em Cachoeira, pois estava há 40 dias fora, eu vi o folder com a programação e me deparei com as minhas peças. Então procurei a coordenação, que prometeu dar o crédito, mas o evento acabou domingo, e nada fizeram. Em nenhum momento me procuraram para saber a quem pertenciam as peças”, ressaltou.
A outra peça é uma laranja usada no pórtico. “Fiquei chocada. Percebi que todas as frases que usaram deram o nome do autor. Quero deixar claro que vou tomar as providências cabíveis. O que queria mesmo era ter participado como artista da Flica, poder contribuir, mas isso me foi violado”, disse. 
A artista plástica vai acionar a Justiça.
A Flica teve patrocínio máster do BNDES e Governo do Estado, apoio da Prefeitura Municipal de Cachoeira e Caixa e realização Cali, Icontent, Ministério da Cultura e Governo Federal.  Por: Reprodução

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.