Carpegiani lamenta derrota para o Santos, mas elogia equipe e mantém otimismo


A pesar da derrota para o Santos, Paulo Cézar Carpegiani se mostrou satisfeito com a atuação do Vitória. O técnico destacou a dificuldade da partida e elogiou o desempenho da equipe.
"Na minha opinião, dentro desse grupo, era um jogo muito complicado. Um dos mais complicados. Sabíamos que iriamos encontrar dificuldade. Com o gol complicou mais ainda. Mas, o time se apresentou melhor, teve mais ousadia. Gostei do time. Se comparar com o jogo do Inter, hoje foi melhor. Com a volta desses jogadores, me deu esperança. A equipe apresentou um bom futebol", disse.
Porém, o treinador reconheceu que o setor ofensivo está devendo. "Há um ponto de interrogação. Existe uma esperança. Está faltando algumas coisas. Temos que criar mais. Faltou aquela contundência, aquela jogada na frente. Reconheço que a equipe não está tendo. Está faltando aquela agressividade".
O comandante mostrou otimismo quanto à briga do Leão contra o rebixamento. "Futebolisticamente, existe perspectiva, sim. Há um bolo. Não dependemos de ninguém. Dependemos de apresentar o futebol e ganhar os jogos".
Sobre peças individuais, Carpegiani destacou Rhayner, a quem não poupou elogios. "O Rhayner me deu a consistência que eu gosto. Prendeu um pouquinho (a bola), mas foi muito bem. Pode render ainda mais. O Rhayner vai jogar no meio".
Mas, o técnico se mostrou surpreso ao saber da suspensão do meia, que recebeu o terceiro cartão amarelo e não enfrentará a Chapecoense. "Não sabia. Me deu qualidade no meio", lamentou.  Galáticos Online 

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.