Com gol no apagar das luzes, Brasil vence a Argentina e conquista o Superclássico das Américas


Um mais uma partida que pouco empolgou, o Brasil venceu a Argentina pelo placar de 1 a 0 e conquistou o Superclássico das Américas de 2018. O gol brasileiro foi marcado, de cabeça, pelo zagueiro Miranda, após cobrança de escanteio de Neymar.
A partida se iniciou sob muita expectativa, diante da escalação que o técnico Tite mandou a campo, cheia de novidades. O time teve apenas dois volantes, Casemiro e Arthur, com Neymar, Coutinho e Gabriel Jesus flutuando no meio, para a referência no ataque que ficou por conta de Roberto Firmino.
A primeira etapa foi marcada por duas equipes que buscaram se estudar bastante, visto que dos dois lados eram muitas as novidades. A seleção amarelinha apostava em jogadas individuas de Neymar para tentar furar o bloqueio adversário, mas esbarrava na defesa alvi-celeste, além da atuação apagada do camisa 10.
Na segunda etapa, os hermanos voltaram mais ousados e criaram chances nos primeiros minutos. Com isso, Tite promoveu as entradas de Fabinho e Richarlison nas vagas de Danilo e Gabriel Jesus, com isso o Brasil passou a impor seu ritmo e criar mais chances para abrir o marcador.
Contudo, apenas aos 47 minutos do segundo tempo, já nos acréscimos, depois de cobrança de escanteio de Neymar, Miranda subiu mais alto que a zaga argentina e testou para o fundo das redes para dar a vitória ao Brasil.
Após esse triunfo sobre seu grande rival, o próximo jogo do Brasil acontece no dia 16 de novembro, em Londres, na Inglaterra, contra o Uruguai. Essa será mais uma partida amistosa na preparação para a Copa América de 2019.
FICHA TÉCNICA
Brasil 1 x 0 Argentina – Superclássico das Américas de 2018
Local: estádio King Abdullah, em Jedá (Arábia Saudita)
Data: 16 de outubro, terça-feira
Hora: 15h (de Brasília)
Árbitro: Felix Brych (ALE)
Assistentes: Mark Borsch (ALE) e Stefan Lupp (ALE)
Cartões amarelos: Paredes, Angel Corrêa, Lo Celso, Bataglia e Saravia (Argentina) / Neymar e Miranda (Brasil)
Gol: Miranda (Brasil)

Escalação do Brasil:
Alisson; Danilo (Fabinho), Marquinhos, Miranda e Filipe Luís; Casemiro, Arthur e Coutinho; Neymar, Firmino e Gabriel Jesus (Richarlison).
Técnico: Tite

Escalação da Argentina:
Romero; Saravia, Otamendi, Pezzella e Tagliafico (Acuña); Battaglia, Paredes e Lo Celso (Salvio); Dybala (Pity Martínez), Angel Correa (Roberto Pereyra) e Icardi (Giovanni Simeone).
Técnico: Lionel Scaloni   Por: Redação Galáticos Online


Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.