Ex-prefeito de São Domingos terá que devolver R$ 144,7 mil aos cofres públicos


A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) desaprovou as prestações de contas de três convênios do ex-prefeito de São Domingos Izaque Rios da Costa Júnior e da Santa Casa de Misericórdia de Itapetinga. Na sessão desta quarta-feira (24) as auditores responsabilizaram os gestores com multas somadas em  219.293,34, por conta das irregularidades apontadas. 
Quem irá devolver o maior volume de recursos aos cofres públicos é o ex-prefeito de São Domingos, Izaque Rios da Costa Júnior, pela responsabilização financeira de R$ 144.745,22 em dois processos, sendo R$ 35.494,85 referentes ao convênio 008/2006, firmado com a Superintendência de Construções Administrativas da Bahia (Sucab), e R$ 109.250,37 referentes ao convênio 033/2006, firmado com a Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb). Também foi desaprovada a prestação de contas do convênio 083/2010, firmado pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) com a Santa Casa de Misericordia de Itapetinga. A Santa Casa de Misericórdia terá que devolver R$ 74.548,12 aos cofres públicos e pagar multa de R$ 2 mil. Também foram aplicadas multas, no mesmo valor de R$ 2 mil, aos ex-gestores Rubens Pereira Moura, Reinaldo Santos Silva e José Elias Midlej Ribeiro. 
BNews

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.