Polícia Civil prorroga prazo do inquérito que investiga a morte do empresário Márcio Pérez


O prazo do inquérito que investiga a morte do empresário espanhol Márcio Pérez Santana foi prorrogado por tempo indeterminado pela Polícia Civil nesta sexta-feira (19). Perez levou um tiro na nuca durante uma perseguição policial no bairro de Armação no final de setembro.
O empresário foi baleado ainda dentro do seu carro quando estava chegando em casa. No momento da perseguição, ele estava na companhia de uma mulher. O caso está sendo acompanhado pela Corregedoria da Polícia Militar e pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil. Dois policiais militares estão envolvidos na ação e foram afastados das ruas.
A vítima, que tinha nacionalidades espanhola e brasileira, deixou duas filhas. Ele era formado em Economia e sócio de uma empresa que presta consultoria a uma operadora de telefonia. 
Segundo o promotor do Ministério Público do Estado (MP-BA), Davi Gallo, a ação policial foi uma execução. Ele ficará responsável por verificar se cabe ou não a denúncia à Justiça após o inquérito policial ser concluído pelo DHPP. 
 Por: Reprodução

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.