Presidente do Bahia detona árbitro argentino: “despreparado”


A pós a derrota do Bahia para o Atlético-PR, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, também fez duras críticas ao árbitro Fernando Rapallini. O dirigente detonou o argentino e o chamou de "despreparado".
"Ele é um árbitro totalmente despreparado. Um árbitro que não consegue fazer um cálculo básico de acréscimo. O jogo ficou parado um bom tempo com o VAR e ele deu três minutos de acréscimos. No segundo tempo teve o lance do VAR e seis substituições e ele deu quatro minutos de acréscimos. Vamos fazer uma representação contra ele. Não quero crer que um árbitro desembarcou em Salvador com intuito de prejudicar o Bahia", disse.
Sobre os dois gols invalidados do Tricolor pelo árbitro de vídeo, o mandatário discordou. "Não foi falta. É interpretação nossa, logicamente. E no segundo gol não foi impedimento e isso foi dito por todas as TVs".
Bellintani também cobrou uma melhora na qualidade dos árbitros. "Enquanto não melhorarmos a arbitragem, não adianta colocar câmera para o mesmo árbitro despreparado olhar. O VAR só deve mudar o que foi marcado em campo se o árbitro tiver convicção do contrário. Se a imagem mostra o contrário a ele, ele volta atrás. O árbitro ficou três minutos vendo o mesmo lance. Significa que ele não teve convicção. Infelizmente um jogo totalmente atípico. Isso vai manchando o VAR, que nós defendemos. E o que está manchando não é a tecnologia, são os árbitros".
Apesar da insatisfação, o presidente do Esquadrão se mostrou otimista para a reversão do placar no jogo de volta e a classificação do Bahia para a semifinal da Sul-Americana. "Certamente vamos estar na semifinal e acreditamos muito nisso".   Por: Rafael Machaddo/Galáticos Online

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.