Presidente do TRE-BA atribui longas filas à biometria e número de candidatos: não é nossa culpa

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia divulgou, na tarde deste domingo (7), o primeiro balanço do processo eleitoral. Em Salvador foram 36 urnas substituídas e até o momento, quatro urnas em outros municípios. O órgão ainda registrou duas prisões de candidatos por realizarem boca de urna, proibida pela legislação.
Em coletiva, na tarde de hoje, o presidente do TRE-BA, José Rotondano disse que a demora e longas filas já eram esperadas. “Isso era esperado, dentro da normalidade. Peço a compreensão das pessoas neste momento. Não é vontade do TRE deixar as pessoas esperando nas filas. Tivemos notícias de que filas estão grande, a mais de uma hora, mas não é culpa nossa”. Segundo o presidente, a biometria e a quantidade de cargos foram os motivos. 
Em relação às denúncias de superlotação em algumas seções, Rotondano negou. “É impossível. Não existe nenhuma seção que comporte 800 ou 900 eleitores. Por lei, são no máximo 500. O preço de uma seção eleitoral é muito alto e por conta disso nós agregamos. É impossível ter mais de 500, 600”.
Rotondano também comentou os vídeos que circulam nas redes sociais apontando que ao clicar o número 1 aparece a foto do presidenciável Fernando Haddad. “Até agora não tenho conhecimento de qualquer natureza. As vezes ela trava e é preciso que o presidente da seção vai destravar. Se ele não conseguir ele destrava”.   Por: Arquivo BNews//Gilberto Junior

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.