PRF usa novo bafômetro que capta odor de álcool no ar


Durante a Operação Nossa Senhora Aparecida 2018, a Polícia Rodoviária Federal na Bahia usará os novos equipamentos para identificar a presença de álcool no ambiente, durante fiscalização, sem que o condutor precise soprar, como é feito no teste tradicional.
Ao todo, serão utilizados 40 aparelhos conhecidos como etilômetros passivos, que capta a presença de álcool dentro do carro abordado e, em seguida, indica se o condutor deve realizar o teste tradicional, assoprando o bafômetro.
Caso não seja constatada a presença de álcool, o aparelho acende uma luz verde e o policial libera o motorista. Existindo algum indício, aparece uma luz amarela. Já a luz vermelha indica que há muito álcool no local, o que significa que o condutor tem que ser submetido ao teste de alcoolemia pelo bafômetro tradicional.
Segundo a PRF, a principal vantagem do equipamento é a agilidade que o teste vai dar ao trabalho. Com o novo aparelho é possível testar até 12 pessoas por minuto para determinar se consumiram álcool ou não. Já o tradicional demora entre cinco e dez minutos por pessoa. Além disso, há a economia na utilização dos bocais que são utilizados no teste tradicional.   Por: Divulgação/PRF

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.