Wagner diz que disputa virou "eleição Pinóquio" e afirma que Bolsonaro possui "inteligência do mal"


Senador eleito pela Bahia no último domingo (7), Jaques Wagner (PT) afirma que a disputa presidencial deste ano se tornou uma "eleição Pinóquio" com a ampla divulgação de notícias falsas.
Em entrevista à Metrópole FM na manhã desta quarta-feira (10), o petista criticou o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que duela contra Fernando Haddad (PT) no segundo turno. Wagner diz que o candidato do PSL não tem propostas. "Ele está querendo dividir o Brasil. Daqui a pouco, separa branco de negros, católico de evangélicos. É realmente uma ameaça", disse
"Ele [Bolsonaro] é inteligente, mas é uma inteligência do mal", afirmou.
Autocrítica - O ex-governador da Bahia também frisou que o PT cometeu erros ao longos dos anos em que esteve no poder. "É óbvio que o PT teve erros. O erro principal foi não ter feito a reforma política para acabar com a coligação e o financiamento privado", ressaltou.  BNews

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.