Zé Ronaldo faz acenos a Bolsonaro na reta final da eleição


O candidato ao Governo da Bahia, José Ronaldo (DEM), usa as últimas armas disponíveis para tentar levar a eleição ao segundo turno. As pesquisas de intenção de voto mostram que o governador e postulante à reeleição, Rui Costa (PT), lidera isoladamente. O último levantamento do Ibope, divulgado no dia 26 de setembro, registrou o seguinte dado: O petista tem 61% e o carlista, 10%.
Ronaldo aposta fichas para evitar uma derrota acachapante. E uma delas é fazer acenos mais intensos para o grupo de Jair Bolsonaro (PSL) - já que boa parte do eleitorado tradicional do DEM baiano também defende as mesmas ideias do presidenciável.  Em sabatina no programa "Fato & Opinião", da Web TV do BNews, no último dia 31 de agosto, o ex-prefeito de Feira de Santana se esquivou de responder se daria ou não palanque a Bolsonaro na Bahia. A postura dúbia também se repetiu em outras entrevistas que se seguiram posteriormente.
Já na semana passada, o postulante deu declarações na mídia afirmando que é apoiado pelo presidenciável. Nesta segunda-feira, ao jornal Tribuna da Bahia, ele declarou. "Ele [Bolsonaro gravou um áudio e distribuiu nas redes sociais apoiando o meu nome. Recebo esse apoio. É importante dentro desse cenário político e agradeço".
Com o PT e o PSL indo para o segundo turno, de acordo com as pesquisas de intenção de voto, o DEM ainda não entrou em consenso a respeito sobre em qual lado vai ficar. Segundo o BNews apurou, a tendência é que o grupo carlista libere os correligionários para decidirem independentemente quem vão apoiar.
Vale ressaltar que, na Bahia, dois membros da majoritária de Zé Ronaldo apoiam abertamente Bolsonaro: a candidata a vice, Mônica Bahia (PSDB), e o postulante ao Senado, Irmão Lázaro (PSC). Os dois, inclusive, participaram das manifestações em defesa do candidato realizadas no Farol da Barra.    Por: BNews/Vagner Souza

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.