Após empate com o Ceará, Sede do Flu é pichada com frases contra o presidente e cobranças


novo tropeço do Fluminense, desta vez um empate em 0 a 0 com o Ceará, no Maracanã, aumentou a crise do clube. Na noite desta segunda, o muro da sede das Laranjeiras foi pichado com xingamentos, protestos contra a diretoria e cobranças em relação aos pagamentos atrasados.
As pichações dão o tom da crise tricolor, na qual fatores externos têm influenciado nos resultados. Os jogadores não recebem direitos de imagem há cinco meses. Já em relação ao pagamento registrado em carteira o atraso é de dois meses. A dívida não se limita aos atletas. Funcionários e fornecedores também estão sem receber.  Por: Reprodução

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.