Cirurgia de retirada de bolsa de colostomia de Bolsonaro é adiada para ano que vem

A cirurgia de retirada da bolsa de colostomia do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), foi adiada para o ano que vem.  Inicialmente, a operação estava prevista para 12 de dezembro, dois dias após sua diplomação, mas a equipe decidiu postergar a cirurgia, segundo informou o Hospital Albert Einstein nesta sexta-feira (23)
Segundo o G1, a decisão foi tomada após Bolsonaro passou por exames pré-operatórios no centro médico da Zona Sul de São Paulo nesta manhã. Segundo boletim médico, o presidente eleito "encontra-se bem clinicamente e mantém ótima evolução, porém os exames de imagem ainda mostram inflamação do peritônio e processo de aderência entre as alças intestinais".
Bolsonaro voltará ao hospital para mais exames antes da cirurgia  Agência Brasil

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.