Com rabecão do DPT quebrado, corpos em Alagoinhas estão sendo removidos com carros de funerárias


Os corpos das vítimas fatais na cidade de Alagoinhas, no interior da Bahia, estão sendo removidos e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) através de carros particulares. O motivo é que a viatura oficial do Departamento de Polícia Técnica (DPT), conhecido como 'Rabecão', está quebrado há quatro meses.
Segundo informações divulgadas pelo site Luciano Reis Notícias, o departamento atende em torno de 28 municípios vizinhos e com isso estão alugados veículos de funerárias da cidade para o transporte dos corpos. De acordo com a publicação, o veículo oficial precisa de reparo no motor, que custa em torno de R$ 25 mil.
Ao site, um funcionário do IML, que não quis se identificar, afirmou que algumas ocorrências também estão sendo atendidas com a viatura de Santo Amaro. "Como a gente atende em 28 cidades, e o carro roda muito por estradas secundárias, o motor não resistiu. Estamos aguardando a situação ser resolvida. As vezes estamos sendo socorridos com um rabecão emprestado do município de Santo Amaro. Mas enquanto isso a gente pede auxílio das funerárias, com a presença de um perito que se desloca para o local. O processo de remoção é o mesmo, só muda o carro", contou. 
Por: Reprodução

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.