Félix Mendonça Jr. diz que PDT “não tem como pressionar” por espaços no governo Rui



Presidente do PDT na Bahia, o deputado federal Félix Mendonça Jr. disse que o PDT “não tem como pressionar” por espaços no segundo mandato do governador Rui Costa (PT). Segundo o aliado, a vitória de 75,5% dos votos válidos e a ampla maioria nos parlamentos colocam todas as “cartas” nas mãos do petista. 

“Um governador que é eleito com 75% e tem ampla maioria, vai escolher o que fazer. Ele tem carta branca. As cartas estão todas com o governador. Se formos convidados, iremos participar. Mas não temos como colocar as cartas na mesa. Não tem como pressionar por isso ou por aquilo. Esse jogo é dele”, alegou, em entrevista ao BNews nesta terça-feira (13). 

Atualmente, o partido detém a Secretaria de Agricultura (Seagri), comandada por Andrea Mendonça, o Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) e a Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM).

Ciro Gomes

Questionado sobre quem ficará incumbido de liderar a esquerda durante o governo de Jair Bolsonaro (PSL) – Fernando Haddad (PT) ou Ciro Gomes (PDT) -, Félix Mendonça Jr. afirmou que cabe ao povo decidir. 

“A principal estratégia é ser uma oposição propositiva. O PDT não vai participar do governo, mas tudo o que o governo fizer vamos apoiar ou combater. O mais importante é que ao apoiarmos vamos explicitar por que estamos apoiando. E ao combater, vamos explicar o motivo e oferecer uma solução alternativa. Essa é a principal contribuição que o PDT pode dar”, pontuou. BNews 

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.