Futura ministra da Agricultura diz que é preciso rever o Mercosul: "É desvantajoso para nós"


A futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM), não descarta a possibilidade de saída do Brasil do Mercosul.
Para a deputada federal do Mato Grosso do Sul, o país precisa rever o papel da entidade. “O Mercosul, para o Brasil, é desigual, principalmente para os produtos da agropecuária. Estamos com problemas por causa do leite, que entra no país e causa prejuízos, principalmente, para os pequenos produtores. Tem também o problema do arroz, que é seríssimo. O mundo hoje é muito rápido e dinâmico. Está na hora de sentar e rever o Mercosul. Sem deixar o protagonismo do Brasil e sem deixar de ter esse relacionamento com os nossos vizinhos, mas fazendo um acordo, talvez, mais moderno e melhor", disse a futura auxiliar do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).
"A gente precisa sentar e ver os interesses. Ou o Brasil tenta fortalecer o Mercosul e dizer o que quer, ou então ele sai, num caso extremo. Mas não deve continuar como está. É desvantajoso para nós”, argumentou. Por: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.