Lava Jato: PF investiga corrupção na construção da sede da Petrobras na Bahia, diz procurador


A 56ª fase da Lava Jato deflagrada nesta sexta-feira (23) pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal (MPF) investiga indícios de corrupção na contrato de construção da sede da Petrobras na Bahia. A informação foi publicada na rede social Twitter pelo procurador da República Roberson Pozzobon, integrante da Lava Jato em Curitiba.
"Operação #LavaJato em execução. 22 pessoas têm a prisão decretada em investigação sobre #corrupção no contrato de construção da sede da Petrobras na Bahia, denominado Torre Pituba. O esquema criminoso se estendeu de 2009 a 2016", disse o procurador.
No total, foram expedidos pela Justiça 68 mandados de busca e apreensão, 14 de prisão temporária e oito de prisão preventiva nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia, onde há ação em um condomínio de Buraquinho, em Lauro de Freitas, e em um apartamento no bairro da Graça, em Salvador.    Folhapress

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.