Otto e Pinheiro votaram a favor do aumento salarial para ministros do STF; Lídice foi contra


O Senado aprovou, nesta quarta-feira (7), o aumento de 16,38% no salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Com o reajuste, o montante passa dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 39,3 mil. Dentre os senadores presentes na sessão, 41 foram favoráveis, 16 contrários e um se absteve.
Entre os três parlamentares baianos, dois foram a favor. Walter Pinheiro (Sem partido) e Otto Alencar votaram pela aprovação do aumento salarial. A senadora Lídice da Mata (PSB) foi contrária ao projeto.
A estimativa é que o aumento do salário dos magistrados gere um rombo de R$ 4 bilhões nos cofres da União e estados, segundo cálculos técnicos da Câmara dos Deputados.  Por: Agência Senado/Divulgação

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.