Professores e colegas de estudante da Uneb assassinado a tiros fazem homenagens em Salvador


Professores e colegas do estudante Jerrian Cunha Silva, de 28 anos, assasinado a tiros no bairro do Cabula VI, em Salvador, prestarão homenagens a ele na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), a partir das 14h desta quarta-feira (21).
Jerrian cursava Ciências Sociais na instituição e era assessor parlamentar de uma deputada. Até esta manhã, a polícia ainda não tinha novidades nas investigações. Ninguém foi preso pelo crime, que já teve a hipótese de latrocínio - roubo seguido de morte - descartada.
De acordo com a assessoria da Uneb, as homenagens póstumas serão feitas no hall do Departamento de Educação, no Campus I da Uneb, no Cabula, mesma região onde Jerrian foi morto.
Durante o ato, estudantes, professores e colegas do departamento prestarão depoimentos sobre a vida e contribuição que Jerrian deu para a universidade.
O rapaz foi abordado por dois homens em uma moto quando passava pela Avenida Edgar Santos, na capital baiana, ao voltar para casa, no bairro de Narandiba, vizinho ao Cabula. O crime ocorreu por volta das 19h de segunda-feira (12), nas imediações da ladeira que liga os dois bairros.  (G1)

Escrito por Folha de Noticias SAJ

Seu Portal informativo, aqui você bem informado.